O Racismo Velado (Ou Não) Que A Duquesa De Sussex Enfrenta Há Três Anos

By Rayane Rodrigues Leave a comment

Courtesy of Meghan Markle BrazilSource

A constante perseguição da mídia com a Duquesa de Sussex já deveria ser pauta em rodas de conversa há muito tempo. Meghan vem sofrendo de racismo desde o inicio de seu relacionamento com o Príncipe Harry, fazendo com que um comunicado fosse emitido em nome do príncipe:

“Desde jovem, o príncipe Harry tem consciência do calor que lhe foi estendido por membros do público. Ele se sente sortudo por ter tantas pessoas o apoiando e sabe o quão privilegiada é sua vida.

Ele também está ciente de que há uma curiosidade significativa sobre sua vida privada. Ele nunca se sentiu confortável com isso, mas tentou desenvolver uma pele grossa sobre o nível de interesse da mídia que o acompanha. Ele raramente toma uma ação formal sobre as publicações muito regulares de histórias fictícias que são escritas sobre ele e trabalhou duro para desenvolver um relacionamento profissional com a mídia, focado em seu trabalho e nas questões de que se preocupa.

Mas a semana passada viu uma linha sendo cruzada. Sua namorada, Meghan Markle, foi alvo de uma onda de abuso e assédio. Parte disso é público – como uma primeira página de um jornal nacional; comentários racistas mascarados; e o nítido sexismo e racismo de trolls das redes sociais e de comentários da web. Parte disso não acontece aos olhos do público – como as batalhas legais à noite para manter histórias difamatórias longe dos jornais; sua mãe tendo que lutar contra os fotógrafos para chegar à porta da frente; as tentativas de repórteres e fotógrafos de obter entrada ilegal em sua casa e os telefonemas para a polícia; os subornos oferecidos pelos jornais ao ex-namorado; o bombardeio de quase todos os amigos, colegas de trabalho e entes queridos de sua vida.
O príncipe Harry está preocupado com a segurança da Srta. Markle e está profundamente decepcionado por ele não ter sido capaz de protegê-la. Não é certo que alguns meses depois de um relacionamento com ele, a Srta. Markle seja submetida a tal tempestade. Ele sabe que as pessoas dirão que este é ‘o preço que ela tem que pagar’ e que ‘isso faz parte do jogo’. Ele discorda fortemente. Isso não é um jogo – é a vida dela e a dele.

Ele pediu que essa declaração fosse divulgada na esperança de que os jornalistas que estão falando dessa história pudessem pausar e refletir antes que mais danos fossem causados. Ele sabe que é incomum emitir uma declaração como essa, mas espera que pessoas justas entendam por que ele achou necessário falar publicamente”.

Comecei este artigo com esta informação para que todos vocês pudessem ter ciência, que o debate do sussexsquad sobre racismo não começou agora. Este comunicado do Príncipe Harry foi emitido em novembro de 2016. Há quase 3 anos, Meghan vem claramente sendo perseguida por ser simplesmente ela.
São injustas todas as matérias de cunho “exposing” feitas para atacar a Duquesa vem repletas de criticas feitas ao modo com que Meghan está vivendo na Família Real. Logo após seu casamento em maio de 2018, o que mais pudemos ler foram matérias relatando brigas entre a Duquesa de Sussex e a Duquesa de Cambridge, onde todas descreviam Meghan como a bruxa má que fez Catherine chorar as vésperas do casamento real, além de uma Meghan que todos os funcionários do Palácio odeiam por ela estar sempre querendo “trabalhar demais”. Isso mesmo!
Para não desgastar mais a rivalidade Meghan vs Kate, se teve inicio Meghan vs Rainha Elizabeth II, onde aparentemente a Rainha teria proibido a Duquesa de usar a tiara de esmeraldas usada pela Princesa Eugenie em seu casamento, além de proibir Meghan de usar joias de sua falecida sogra, Diana.




Antes de colocar mais assuntos em jogo, vamos pautar cada uma das coisas citadas a cima. Existem exatas zero provas dessa suposta briga entre Meghan e Kate. A imprensa com a chegada de Meghan queria que acontecesse novamente uma amizade como a de Diana e Sarah Ferguson. Entretanto, Sarah e Diana são amigas desde a infância, além de primas, fazendo assim com que o relacionamento das suas acontecesse bem antes da entrada de ambas na Família Real. Meghan e Catherine se conheceram já na fase adulta, após os 30 anos de idade de ambas. Elas não são e nem serão melhores amigas. Elas possuem uma relação de cordialidade necessária para se viver em família, são amigas, mas existem relações anteriores na vida das duas que são mais importantes e fim. Mulheres não precisam ser rivais. Mulheres precisam se apoiar e se respeitar e TODOS precisam parar de criar rivalidade feminina a cada suspiro que mulheres dão.

Sobre os cortesões do palácio irritados com o ritmo de trabalho de Meghan, novamente não existe nenhuma prova sobre isso. E chega a ser ridículo criar uma historia sobre o quão difícil é trabalhar com uma mulher que quer trabalhar! Meghan foi inserida nos deveres reais por Samantha Cohen, antiga secretaria da Rainha. A própria Rainha pediu para que Cohen instruísse Meghan e fizesse o melhor trabalho possível. Além desse apoio da Rainha, Markle teve uma grande ajuda do Príncipe Charles. Hoje em dia podemos ver traços do trabalho de caridade de Charles no trabalho de Meghan. Uma princesa trabalhadora não seria ser um problema né?

Agora sobre a tiara de casamento… É totalmente ridícula a acusação de que Meghan teria feito um escândalo por uma tiara que claramente não combina em nada com seu estilo. Desde sempre temos uma Meghan minimalista com joias e seria um impacto enorme ver Meghan com a tiara de esmeraldas em seu casamento. A Rainha empresta joias que são da coroa. Pode ser um empréstimo único ou sem tempo determinado. Aparentemente Meghan não tem nenhuma joia da Rainha a seus cuidados. Quando não vemos ela usar algo de sua coleção particular, a vemos usar joias de sua falecida sogra.




As joias de Diana foram divididas entre seus filhos após sua morte. Harry ficou com umas, William com outras. Essas peças não pertencem a Rainha ou a coroa. Pertencem a quem as herdaram: O Duque de Sussex e o Duque de Cambrigde. Eles deram essas joias para suas esposas e elas podem usá-las quando bem entender.
Vocês entendem que os comentários feitos em cima da Meghan são de cunho racista? Meghan assim como todas as mulheres reais, sofreu para se adaptar a família. Mas nenhuma delas foi julgada por fazer exatamente aquilo que a BRF espera dela, por fazer aquilo que todas as anteriores fizeram.

A roupa da Meghan incomoda, seus cabelos, suas características negras e sua pele. Por trabalhar da maneira correta, ela é taxada como agressiva e grossa. Eles a colocam como mulher negra como perigosa, instável, dominada pelas emoções, incapaz de agir racionalmente e que é alguém que não merece estar ali, na realeza.
O nome disso é racismo. Se você não consegue enxergar isso, leia sobre racismo institucional, principalmente como o racismo afeta a mulher negra e como as pessoas brancas esperam que essas mulheres estejam inseridas na sociedade. Mais para frente voltarei para discutirmos sobre privacidade na família real e porque isso é tão discutido quando Meghan e Harry decidem ser privados.

Não deixem que os trolls vençam. Os eduque. Se você perceber que isso não é possível, os bloqueei e não perca seu tempo com almas ruins. Nos vemos em breve.

Spread some Duchess of Sussex facts

Leave a Comment:

We are glad you have chosen to leave a comment. Please keep in mind that comments are moderated according to our Comment Policy.